sexta-feira, 31 de julho de 2009

Perseguição nas Ilhas Comores

Pedro*, Timóteo* e dois outrosEm maio de 2006, quatro homens foram presos por participar de estudos bíblicos em 30 de maio, foram levados ao tribunal e sentenciados a três meses de prisão. Durante o julgamento, supostos fundamentalistas mulçumanos exigiram que os acusados fossem mortos pelo “crime” de envolvimento com cristianismo. De acordo com notícias, Pedro e Timóteo sofreram abuso físico e verbal. A polícia oss agrediu com chutes e tentou fazer com que negassem a fé. A esposa de Pedro também foi presa, mas foi libertada mais tarde.
* pseudônimo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Carregando...